5 motivos para ir ao Federal Music Festival 2016

Brasília nunca foi conhecida por ser uma cidade com muitos grandes eventos pra quem curte música eletrônica. Só que o Federal Music deixou de ser festa pra virar festival em 2014 e desde então tornou-se um dos 5 principais festivais nacionais da atualidade. Caminhando para seu sexto ano, o Federal promete estar melhor do que nunca em 2016, com muitas novidades que nos deixaram bem ansiosos. Vamos te dar 5 motivos pra não perder o festival, que acontecerá no dia 13 de Agosto.

Line-up foda

O Federal Music decidiu meter a faca na bota e trazer pra edição de 2016 um line-up pouco previsível, que dá lugar à qualidade musical em vez das obviedades do top 10 internacional ou do top 2 nacional, e que de quebra vai trazer muitos DJs inéditos na cidade. Serão 4 palcos e o total de atrações poderá chegar a 60 — ainda faltam mais nomes a serem anunciados. O line-up até o momento inclui Sander van Doorn, Kryder, Dzeko & Torres, Arno Cost, Sharam Jey, Deniz Koyu, Lucas & Steve, Inpetto, Skazi, Third Party e muitos outros. Confira a lista completa neste link.

Novo mainstage

Os fãs do festival já estavam há algum tempo comentando que o Federal Music já estava começando a “reciclar” sua própria estrutura, e que o palco principal era sempre o mesmo. Não mais. Esse ano o querido mainstage será reformulado e vai acompanhar também a mudança do local, que deixará de ser a orla da concha acústica pra ser um lugar maior e igualmente maneiro a ser anunciado em breve.

Palco de psytrance

Deus ouviu nossas preces e, pela primeira vez no Federal Music, o festival vai ter um palco inteiro totalmente dedicado ao nosso amado trance psicodélico. De uma só vez, poderemos ver desde lendas como Skazi e nostalgias como Bizzare Contact e Vibe Tribe até algumas das atuais febres mundiais do psytrance israelense, como Berg e BLiSS. Juntam-se a esses caras o Major7, o Pixel, o embaixador do brutal bass Chapeleiro e o Automack.

Brasília!

Se você for de fora, você pode considerar incluir Brasília no seu rolê. Afinal, uma cidade construída no meio do nada, com arquitetura futurística e com forma de um avião deve ser no mínimo interessante. Além do mais, Brasília é o terceiro melhor pólo gastronômico do país e é conhecida por ter o “melhor céu do Brasil”. Aliás, que lugar é esse onde as ruas não têm esquinas nem nomes, a comida típica da cidade é o pastel da rodoviária e onde há setores pra tudo: motéis, hotéis, hospitais, gráficas, oficinas...

15 horas de festival

As definições de “pancada” serão atualizadas com sucesso no Federal Music. O festival vai aumentar a sua duração de 12 pra 15 horas. É o suficiente pra explorar todos os palcos, pra sentar na grama e recarregar as energias, ou se preferir, dançar sem parar por 900 minutos. Vai perder?

Publicidade

Participe da conversa