A Night Bass do AC Slater virou referência em bass house mais rápido do que fazemos aniversário

Um club, caixas de som e bons djs. Sem pirotecnia nem outras firulas, apenas o lugar e a música. Essa é a proposta da Night Bass em Los Angeles. Mas essa também é a proposta de muitos clubs por aí. Então por que a Night Bass, em pouco menos de um ano, se transformou não apenas em uma festa mensal na Califórnia, mas em uma respeitada marca de house music ao redor do mundo?

Isso aconteceu por causa da visão, paixão e curadoria do AC Slater, DJ/produtor e criador da Night Bass. Vendo que não tinha o som que ele curtia na sua cidade — bass house, UK garage e tudo mais do house que for orientado por fortes linhas de bass — ele foi lá e criou algo único que o público abraçou na mesma hora.

Sets inteiros de quem tocou na festa liberados no Soundcloud é pra agradecer de pé.

Ao longo do seu primeiro ano, as noites da Night Bass juntaram um pessoal que estava naquela linha entre sucesso e promessa de ser sucesso: Shift K3y, Astronomar, Ardalan, Chris Lorenzo, Taiki Nulight, Low Steppa e mais um monte de gente não menos que foda.

Em entrevista à Insomniac, AC Slater mostrou que o sucesso da marca se deu principalmente por causa da brecha de que tinha gente disposta a ouvir aquele som, mas não tinha ninguém botando pra tocar. O público estava pronto e as pessoas estão entusiasmadas com isso, segundo ele. E juntando os fãs e os DJs, a Night Bass virou uma comunidade.

night bass ac slater garota fã

A Night Bass, cuja edição inaugural aconteceu em Janeiro de 2014, agora faz turnê pelo país e já foi até palco no EDC Vegas desse ano. Fora dos EUA, a marca fez sucesso principalmente entre o pessoal do Reino Unido, que sempre foi mais ligado no estilo. Já fizemos aquela reza boa pros deuses do eletrônico levarem o evento pra outros países qualquer dia.

Mais importante ainda, a marca aposta em ainda maior audiência e influência do seu estilo de som com a Night Bass Records, nova empreitada do AC Slater lançada há cinco meses e que está sendo lá fora como a CUFF do Amine Edge era aqui no Brasil um tempo atrás: um sonho de consumo. Então finalmente existe esse canal pra ouvir música nova original dos mesmos caras que ajudam a Night Bass ser um sucesso. É win-win pra gente, pro AC Slater e pra house music.

Rodrigo Airaf ¯\_(ツ)_/¯

Co-founder/Editor-chefe // Brasiliense de 23 anos. Nômade. Festivalouco. Festeiro. Fã máximo do Stephan Bodzin, do Above & Beyond, do Porter Robinson; daquele techno mais macumbeiro, daquele trance mais viajante, daquele house mais groovado, daquelas farofas bem enérgicas, daquelas músicas que tocam a alma e de tudo que for bom e diferente. Trocou de sobrenome. Ama os amigos. Fala alto. Bebe pra caralho. Gosta de experiências. Grato pela vida.

Publicidade

Participe da conversa