As várias tribos que construíram a história de 12 anos do El Fortin

O El Fortin tem uma jornada e tanto como um dos propulsores da música eletrônica em solo nacional e, no final desse mês, comemora seus 12 anos de muita música, festa, sensações e experiências proporcionadas ao público que se desloca até Porto Belo-SC, quase que religiosamente, para continuar criando essa história que ainda está viva e em movimento.

Como atração principal, o belga Kolombo faz sua aguardada estreia no Main Stage, dividindo a cabine com TouchTalk, Fran Bortolossi e Ellie Klotz. A Black Tarn recebe Vegas, Dang3r, Jacob e V. Falabella.





Um dos principais elementos do club é o equilíbrio. Foi isso que o levou a esse crescimento exponencial nos últimos anos e ao aumento da sua capacidade para o dobro de 2016 pra hoje. As três pistas, Main Stage, Black Tarj e Yard, trazem desde o low até o high BPM e se expandem na quebra das zonas limiares que delimitam cada gênero, mostrando que até os mais diferentes dos sons são conceitos intercambiáveis.

Por lá já passaram nomes como Green Velvet, Amine Edge & DANCE, Alok, Stephan Bodzin, Magda, Paco Osuna e Claptone, mostrando que além da diversidade de estilos, o El Fortin também aposta nos talentos nacionais em paralelo com os nomes de fora, se esforçando para servir também como um ambiente de ensino, mostrando novos sons e referências ao seu público. Que venham mais 12 anos!

Em comemoração dos seus 12 anos de história, o El Fortin vai protagonizar o retorno do nosso podcast Dopamine Sessions a partir da semana que vem. E pra festejar na festa de amanhã, basta clicar aqui pra saber mais.

Publicidade

Participe da conversa