Piramos no som do duo BUNT., que mistura folk com house, e batemos um papo rápido

FOLK + EDM = BUNT.

No Ultra Miami de 2013, Avicii encabulou sua plateia ao mandar seu single “Wake Me Up”. Mesmo com a reação inicial de estranheza do público, a track se tornou o hino do verão daquele ano, tanto lá quanto aqui. Para ele, folk e EDM não são tão diferentes assim e segue dizendo que "[folk é] realmente despojado e nem tão complicado quanto o resto das coisas, então coloque uma batida 4/4 nela e brinque colocando uns sintetizadores".

Nesse sentido, o duo alemão BUNT., composto pelos estudantes Nico e Levi, apelidou seu som como folk house e lançou uma mixtape de 30 minutos bastante interessante, mixando sons EDM com coisas como Of Monsters and Men e Phillips Phillips, entre outros. Eles também têm uma faixa original maneiríssima chamada Old Guitar.

Essa mistura não é um território desconhecido. As tracks possuem elementos característicos como ritmo e sintetizadores do EDM, e o que faz o gênero único é que sua construção se dá no que essencialmente é a música folk: palmas, ritmo de guitarra inspirado no bluegrass, vocais e felicidade. Conversamos rapidinho com Nico e Levi, confira abaixo enquanto dá o famigerado play na mixtape e nas faixas.

german duo mixes folk music with house edm

STEREO MINDS -De onde surgiu a ideia do folk house?

BUNT. - Ambos amamos dance music e folk. Fomos introduzidos à dance music muito jovens. Temos ouvido muito Avicii e Kygo, que também são grandes inspirações com a mesclagem de gêneros. Do mundo folk diríamos que I Will Wait do Mumford e Sons é a nossa maior inspiração. Nos apaixonamos por esse padrão de guitarra uptempo (mais de 120 bpm), banjos rápidos, folk cantado e vocais americanos. Queríamos combinar nossa paixão pelos dois mundos em um único som – nossa track Old Guitar é um bom exemplo disso. No começo você pode ouvir o solo de banjo tocando rápido, o que dá uma sensação original, e simultaneamente usamos sintetizadores e batidas eletrônicas no drop para ter o poder da programação eletrônica.



STEREO MINDS - Como tem sido o feedback? A galera tem abraçado a ideia? A Alemanha está aberta a isso?

BUNT. - Estamos muito felizes com as reações positivas. No início, não estávamos certos se as pessoas do mundo eletrônico aceitariam as influências folk e vice-versa, mas parece que as pessoas são bem mente aberta! Especialmente ganhando o incrível apoio do Spotify e do canal no YouTube, não conseguimos acreditar na quantidade de streamings e comentários positivos de nossa música. Para desenvolver nosso som, nós lançamos – e pretendemos continuar lançando – uma mixtape na íntegra, onde editamos músicas folk com elementos eletrônicos à la BUNT. com seções de instrumentos orgânicos, como solos no violino e gaita.



STEREO MINDS -No que vocês estão trabalhando agora? Podemos esperar novos lançamentos em breve?

BUNT. - No momento estamos trabalhando em uma nova mixtape para o nosso próximo single, que será lançada nesse verão (ou o inverno brasileiro). Mal podemos esperar por esse, é uma das nossas canções favoritas – talvez A favorita. Além disso, temos muitos singles que estão prontos para esse ano. Também estamos extasiados para tocar em nosso novo show ao vivo em que trabalhamos nos últimos meses.



O mundo da música eletrônica é como um laboratório, onde experimentos podem ser feitos a todo momento. Esperando por mais notícias desse duo que já ganhou meu coração, seja pela paixão que demonstram pela música, seja por unir gêneros que sempre me agradaram.

Raiane Reis ᕕ༼⌐■-■༽ᕗ

Autora // Estudante de Química, paulista caipira de 22 anos. Fala poRta e bolacha. Queria que o Orkut voltasse. Na barriga da mãe já DALE. Puxou o pai no vício da música eletrônica. Rainha é Beyoncé, rei é Justin Timberlake, lenda é Armin van Buuren. Ouve de tudo mas o coração é do trance e psytrance. Not afraid of 138 BPM e forever in a state of trance. Quer conhecer o mundo (24 ✓) e seus festivais de música.

Publicidade

Participe da conversa