Vem curtir a ansiedade pro Dekmantel SP com um set exclusivo do Davis (ODD)

Em pouquinho mais de um mês, todos nos reuniremos no Jockey Club de São Paulo para um dos fins de semana mais cremosos que poderíamos esperar em muito tempo; o imponente festival holandês Dekmantel - um dos mais importantes do mundo para o cenário underground - desembarca na cidade em parceria com a crew Gop Tun pra realizar um festão com um line-up que deixou muita gente com o queixo, a mão, o corpo todo no chão.

Em dois dias de festa - 4 e 5 de fevereiro - teremos a presença de mega atrações como Nicolas Jaar, Nina Kraviz, Ben UFO, Fatima Yamaha, Jeff Mills, John Talabot, Ben Klock, em uma programação ora diurna, ora noturna (esta última na Fabriketa). Muitos dos melhores DJs nacionais da atualidade também vão se apresentar por lá: Davis, Márcio Vermelho, L_cio, Zopelar, Cashu, pra citar alguns. Vai ser lindimais. Confira o restante do line-up .

Como já estamos em um nível de ansiedade que supera a realidade, combinamos com eles um podcast aqui na Stereo Minds pra ser trilha sonora dessa longa (ok, não tão longa assim) espera de 31 dias pro festival, apresentando alguns DJs que estão no line-up. Começamos hoje com o Davis, incrível produtor, DJ e integrante do trio The Drone Lovers - dono de uma das melhores faixas do ano por aqui.

Davis é também uma das principais figuras da noite paulistana atualmente. Ele é personagem ativo da nova cena alternativa de núcleos de festas que tomaram força inabalável no último ano: menos pomposidade, mais liberdade de expressão, menos bullshittagem nos preços pra entrar e pra beber, muita montação e energia, tudo isso em lugares sempre inusitados. Assim é a sua festa ODD, que pudemos curtir recentemente em São Paulo com gente incrível, música de qualidade, ventiladores que salvam vidas e um long set do próprio Davis.

É com muito prazer que o recebemos aqui pra fazer esse aquecimento pro Dekmantel que, olha, não tá fácil esperar...

Dá um confere!

Rodrigo Airaf ¯\_(ツ)_/¯

Co-founder/Editor-chefe // Brasiliense de 22 anos. Estudante de Cinema. Festivalouco. Zoeiro. Fã máximo do Stephan Bodzin, do Above & Beyond, do Porter Robinson; daquele techno mais macumbeiro, daquele trance mais viajante, daquele house mais groovado, daquelas farofas bem enérgicas e de tudo o que for bom e diferente. Trocou de sobrenome. Ama os amigos. Fala alto. Deixa os deuses do eletrônico tomarem conta da sua vida.

Publicidade

Participe da conversa