Próximo hit do verão? Ouça “Gravity”, do Cat Dealers & Evokings

Há um ano, quando Alok lançava BYOB, ninguém esperava que aquela track iria traçar novos rumos para a cena mainstream brasileira. O cara explodiu, e trouxe consigo uma legião de novos talentos empolgados com o movimento brazilian bass.

Começaram a pipocar diversas bombas dançantes como Rock U, do VINNE, Don't Look Back, do Liu e Vokker, Bring It Back, do Illusionize, That's Why, do Dashdot, etc. Pedrão e Lugui, do Cat Dealers, estavam lá e se recordam bem:

Já estávamos interessados nessa nova linha de som que estava surgindo no Brasil, inclusive já tínhamos produzido algumas coisas apenas por diversão. Daí pintou a ideia de experimentar algumas tracks nessa linha, sem grande pretensões, assinando-as como Cat Dealers, já que na época tínhamos outro projeto artístico e não queríamos misturar as coisas.Pedrão, do Cat Dealers

O duo estava atento e percebeu ali a oportunidade de misturar o seu estilo ao novo movimento que surgia na cena brasileira. Veio o remix de Oração, e logo depois a Your Body.

Adore 1

Sempre me falam que, se você é um artista que quer desbravar no mundo da música comercial, pode ser o cara mais talentoso do mundo, mas não vai dormir tranquilo enquanto não emplacar um hit. Enquanto Alok escalava rapidamente rumo ao topo, Cat Dealers marca seu território com quase 15 milhões de streams para Your Body. Alguns podem dizer que foi sorte de principiante, mas eu prefiro seguir a linha da competência e percepção aguçada.

A ideia da Your Body surgiu quando decidimos misturar a sonoridade brazilian bass, com uma linha harmônica bem inusitada, tocada por um timbre de acordeon, e o vocal clássico do Tom Novy. Acabou que a mistura deu certo, ganhando a simpatia dos DJs rapidamente, e se tornando nosso primeiro hit.Lugui, do Cat Dealers

Agora o ciclo parece se reiniciar. Alok se consolida como um grande trendsetter da nossa cena e, com a Hear Me Now, mata o próprio movimento que criara. Os videntes da cena estavam certos, 2017 será o ano do surgimento da música eletrônica pop brasileira.

Outrora espectadores, agora, Pedrão e Lugui são protagonistas. Os meninos se unem a um outro duo, o Evokings, para lançar Gravity, pela Sony Music Brasil:

Gravity é uma daquelas tracks difíceis de dizer qual parte é melhor. Tem os riffs suaves da guitarra do Evokings, o vocal marcante do cantor Magga e os timbres e grooves cativantes do Cat Dealers. Porém o que mais me impressiona na música é como todos os elementos se misturam em uma harmonia impecável, que faz com que a gente se apaixone pela canção no primeiro play.

Outro grande trunfo de Gravity é o fato de ser uma track coringa que funciona muito bem tanto nas pistas quanto nas rádios, agora vulgo Spotify. Todos esses ingredientes tornam esse novo lançamento uma grande aposta para o verão.

Eu havia bolado uma melodia e apresentei para o Thiago, que curtiu bastante. E aí mostramos para um amigo nosso vocalista, o Magga, que acabou fazendo uma letra em cima. Depois mandamos para os Cat Dealers, que se amarram, e fomos todos para estúdio finalizar essa track.Wagner, do Evokings, sobre o processo criativo de "Gravity"

O brilhantismo de Thiago Cymbal e Wagner Farias fazem do Evokings um dos projetos que você precisa ficar de olho em 2017. Eles lançaram uma versão de By The Way, do Red Hot Chilli Peppers, que vai te arrancar suspiros.

Capture

Com um background de mais de 10 anos tocando em bandas pop/rock, Evokings é um duo consideravelmente novo na cena, mas experiente em sua história:

Eu sou guitarrista desde os 12 anos, e tive várias bandas de rock. Só que resolvi parar tudo para entrar na faculdade e a coisa esfriou. E aí, há 4 anos, conheci o Thiago, que também tocava em banda, e a gente começou a curtir muito música eletrônica. Então decidimos abandonar nossos empregos para mergulhar nesse mundo, produzindo incessantemente.Wagner, do Evokings

Já para o Cat Dealers, 2017 promete ser um ano super top. O projeto entrou na lista do Google Play como um dos 20 artistas que devem estourar no Brasil em 2017. Essa empolgação toda é apenas reflexo de um trabalho extremamente consistente não só em termos de produções de boa qualidade - Pump It, R U MINE e o remix de In The Morning - como também de marketing e planejamento de carreira.

Aguardemos os próximos capítulos.

Matheus Tavares (ノ°ο°)ノ

Co-founder/CEO // Música eletrônica é vida.

Publicidade

Participe da conversa