Como eram as primeiras produções de grandes nomes da EDM?

Há mais ou menos 10, 15 anos, os maiores nomes da EDM mundial eram meros garotos entusiasmados fazendo música sem pretensões, numa época que o som mainstream que conhecemos hoje estava longe de existir.

Os DJs ainda estavam engatinhando, e é interessante perceber que cada um teve uma trajetória diferente, moldada por influências e experiências adquiridas na infância e adolescência.

Alguns começaram com sons totalmente diferentes do que produzem hoje em dia, mostrando que a busca de uma identidade musical no começo da carreira definitivamente não é um processo fácil.

Vasculhamos o fundo do baú para achar 8 tracks iniciantes de 8 big names da indústria, e provar a você que ninguém nasce sabendo.

Dimitri Vegas & Like Mike - La Cocaina (2007)

O primeiro original mix da dupla mais EDM do mundo é, acredite se quiser, um minimal techno. Entre 2007 e 2009, os belgas produziram diversos trabalhos nessa linha.

La Cocaina e o remix de Acid são as coisas mais underground de Dimitri Vegas & Like Mike que você pode encontrar.

DJ Hardwell & Franky Rizardo - Soca Funk (2006)

Esse remix é a prova viva de que as primeiras produções de todo DJ são realmente toscas. Outras produções de início de carreira são Slammin' e The Mirror.

O curioso é que o parceiro de collab Franky Rizardo, embora não tão famoso, continua na ativa lançando tracks pela Spinnin' Deep, Ministry Of Sound e até Revealed Recordings. O estilo musical de Franky é house.

David Guetta feat. Robert Owens - Up & Away (1994)

O segundo single na carreira de David Guetta é mais uma evidência de que todos nós somos meros mortais. Que tal o efeito reverb no kick no minuto 2:40?

A virada de jogo para Guetta acontece em 2001, quando ele se junta com Joachim Garraud, e inicia sua fábrica de hits. Ouça Just A Little More Love e Love Don't Let Me Go.

Skrillex (Twipz) - Scatting (2008)

Sonny Moore (Skrillex) era vocalista e guitarrista de uma banda de metalcore chamada From First to Last, até resolver iniciar carreira solo lançando alguns rocks emo onde se percebe alguns elementos da música eletrônica.

Antes de se lançar como Skrillex, Sonny adotava o pseudômino Twipz e lançava algumas produções bem mais eletrônicas. Além de Scatting, ouça Come From The Heart. Era questão de tempo para surgir o dubstep melódico e enérgico de Summit, Bangarang e First Of The Year (Equinox).

Calvin Harris (Stouffer) - Da Bongos (2002)

O DJ mais bem pago do mundo começou a carreira aos 18 anos lançando duas tracks tech house ao melhor estilo verão em Ibiza: Da Bongos e Brighter Days.

Calvin Harris é um grande exemplo da superação e do trabalho duro. Sem muita grana, ele trabalhava como empacotador em um supermercado de dia, produzia beats no seu quarto à noite e upava tudo no finado Myspace, até que duas de suas produções, Acceptable In The 80s e The Girls chamaram a atenção das grandes gravadoras e boom, nasceu um astro.

Deadmau5 - Can't Remember The Name (1995)

Reza a lenda que esse happy hardcore é a primeira faixa de Joel. Nada mal para um garoto de 14 anos né?

Mas se você realmente quiser ouvir as primeiras músicas de deadmau5, escute essa compilação de 35 tracks que Joel lançou sob o pseudônimo Halcyon441 entre 1998-2002.

Axwell (OXL) - Gap To Tranquility (1995)

As primeiras tracks de Axwell eram uns hard trance bem doidos que ele lançou em um EP aos 18 anos, usando o nome OXL.

Custaram exatamente 7 anos para o sueco encontrar sua identidade e de fato lançar canções house, provando que a curva de aprendizado para produção musical é algo que exige muita dedicação e competência. Aos 26, Axwell remixou Make Luv, Slammin' e Love For You.

Zedd - The Anthem (2010)

O russo Anton Zaslavski, aka Zedd, já nasceu com sorte: seu pai era guitarrista e sua mãe professora de piano. O menino, então criado em um ambiente totalmente voltado para a música, ouviu o álbum Cross do Justice e se apaixonou, decidindo produzir música eletrônica em 2009.

Já em 2010, Zedd lança seu primeiro original mix The Anthem, entrando de cara no top 20 do chart electro house no Beatport (só pra quem pode!).

Veja também: 7 DJs para ver antes de morrer

Publicidade

Participe da conversa